pess02.jpg

SINOPSE

"Destaco de coisas psíquicas de que tenho sido o lugar o seguinte fenômeno que julgo curioso. De várias fobias que tive guardo unicamente a assaz infantil mas terrivelmente torturadora fobia das trovoadas. O outro dia o céu ameaçava chuva. Atirei-me para casa com o andar mais próximo do correr que pude achar, perturbadíssimo, confrangido eu todo. E neste estado de espírito encontro-me a compor um soneto - acabei-o uns passos antes de chegar ao portão de minha casa -, a compor um soneto de uma tristeza suave, calma, que parece escrito por um crepúsculo de céu limpo." Poderia ser um dia normal, mas é um dia em que Fernando Pessoa se prepara para ser ... Fernando Pessoa. Com tudo o que isso implica: o seu nascimento, as suas palavras, os seus heterónimos, os seus gestos quotidianos, o seu tabaco, a sua vaidade, a sua discrição ... Num jogo constante com a mente de Pessoa, as suas máscaras vão-se revelando ... ou ocultando. Nesta encenação do actus, todos os atores são Pessoa, mas cada ator será um singular Ricardo, ou Alberto, ou Álvaro, ou Bernardo.... Afinal, onde começa e onde acaba cada Pessoa?

Duração: 75 minutos 

Classificação: Maiores de 12

Disponível

ao vivo

PESSOALMENTE

veja o trailer aqui

FICHA TÉCNICA

 

texto de Fernando Pessoa e heterónimos 

dramaturgia e encenação   coletiva 

elenco Ana Dionísio, Ana Rita Santos,

Carolina Bettencourt, Filipe Fonseca,

Jorge Sequeira, Miguel Pereira, Tomé Vieira