FELIZMENTE LUAR!, de Sttau Monteiro

O luar põe em cena a morte de um homem. Criminoso ou herói?

As palavras de Sttau Monteiro dão-nos um ser humano iluminado e uma sociedade banhada nas trevas; o amor de uma mulher e o medo de homens poderosos; o fanatismo religioso e a honestidade mais pura; a hipocrisia e a amizade.

Gomes Freire é evocado e vive através das palavras de homens e mulheres de um passado não muito distante. Nesta encenação da peça proibida, onde habita todo um povo, o actus questiona o tempo presente, tal como Sttau Monteiro questionava a sua própria época. E planta nas mentes dos nossos jovens uma simples pergunta: podemos mudar o mundo? Esta encenação é a nossa homenagem a todos aqueles que lutaram pela liberdade.

 


ENCENAÇÃO: Tomé Vieira

ELENCO: Ana Dionísio, Ana Rita Santos, Carolina Bettencourt, Jorge Sequeira, Luís Gomes, Paulo Quedas e Tomé Vieira

SONOPLASTIA E ILUMINAÇÃO: João Rafael Silva

PRODUÇÃO: Isabel Matos e Cristina Alexandre


ver a folha de sala (PDF)   |   ver todos os espetáculos